Aguarde...
Sons e Letras Brasileiras

Tem por objetivo resgatar, valorizar e divulgar duas formas essencialmente brasileiras de ver e sentir o mundo: a música instrumental e os famosos “causos” do interior. O projeto leva ao público um espetáculo aberto e gratuito, onde dois instrumentistas/atores interagem entre si e com a plateia, contando histórias do cotidiano simples do interior do Brasil, ilustradas por canções que fazem parte da memória da maioria dos brasileiros.

Sons e Letras Brasileiras é um projeto itinerante, comercializado em módulos quinzenais ou mensais, visitando diferentes cidades da região de interesse do patrocinador. Para sua execução, utiliza-se o equipamento Palco Móvel, uma estrutura de palco, som e luz instalados sobre um caminhão, que foi projetado especialmente para este fim. O projeto pode ser viabilizado através do artigo no 18 da Lei Rouanet, que permite que empresas deduzam o valor investido no patrocínio do seu Imposto de Renda a pagar (100% até o limite de 4% do valor devido).

 

Em dezembro de 2017, o projeto Sons e Letras Brasileiras levou a Caravana de Natal Nissei para 11 cidades do estado do Paraná: União da Vitória, Francisco Beltrão, Toledo, Campo Mourão, Paranavaí, Sarandi, Apucarana, Londrina, Telêmaco Borba, Guarapuava e Paranaguá. O tradicional trenó do Papai Noel deu lugar a uma estrutura itinerante que foi o palco do espetáculo cultural, que reuniu música instrumental e crônicas e poesias brasileiras, tudo com temática inspirada no Natal. Aprovado pela Lei Rouanet de incentivo à Cultura o projeto teve o patrocínio da Rede de Drogarias Nissei.

Duas atrações comandaram os espetáculos: a Banda Brass e o ator Pingo Alabarce. Com formação inspirada nas “orquestras” de New Orleans (EUA), a Banda Brass tocou os clássicos natalinos de forma emotiva e interativa, com arranjos diferenciados e diversidade de estilos. O complemento poético do espetáculo ficou a cargo do ator Pingo Alabarce, que recitou poemas de autores como Olavo Bilac e Cora Coralina.

Mobilidade que chega a muitos públicos

O “Sons e Letras Brasileiras” atua como forte instrumento para valorizar as diferentes culturas regionais do país, atingindo diretamente clientes, comunidades e produtores rurais do interior do Brasil. Por se tratar de um projeto itinerante que roda num caminhão, pode atender diferentes públicos, falando especialmente caminhoneiros, motorista, profissionais da cadeia de serviços e transportes, que transitam pelas estradas.

A estrutura poderá ser estacionada em pontos de parada nas principais rodovias do país, pátios de fábricas, comunidades rurais, terminais portuários, praças centrais ou locais de ampla visibilidade e fluxo de pessoas nas cidades visitadas.

A música conecta pessoas e culturas

A música instrumental popular brasileira é uma das raízes culturais mais fortes do nosso país. Em todas as regiões, artistas guardam e transmitem uma tradição que se mantém viva em modas de viola, sambas, choros, trovas e tantas outras formas de expressão musical, que traduzem a riqueza da música brasileira, cultuada nos quatro cantos do mundo.

Entre acordes, prosas, poemas, risos e emoções, o público do projeto irá resgatar lembranças e conhecer diferentes estilos musicais, costumes, modos de falar, de tocar e de ver o mundo, percebendo o valor da diversidade da cultura brasileira.

Facilidade que vai a todo lugar

O Sons e Letras Brasileiras visitará diferentes locais e cidades para oferecerá à população local um espetáculo aberto e gratuito. Sua versatilidade e flexibilidade fazem com que a estrutura se desloque rapidamente entre uma cidade e outra.

Tendo a mobilidade como principal vantagem, contribui como forte instrumento de atuação social, levando arte a regiões longínquas do território nacional, muitas delas, comunidades rurais, pontos de parada nas estradas e outros locais sem nenhum entretenimento e acesso à cultura.

Repertório clássico da arte popular

No palco, uma dupla de artistas populares, formada por um ator e um instrumentista, apresentará uma narrativa divertida de crônicas do cotidiano do interior do Brasil, pontuada por canções populares, interpretadas ao violão.

O espetáculo terá duração de 60 minutos e oferecerá diversas oportunidades de interação entre os artistas e a plateia, numa verdadeira celebração da cultura brasileira de raiz.

Plateia cheia

Durante o período de pré-produção, a produtora faz contato com Prefeituras, Secretarias de Cultura, órgãos governamentais, empresas e distribuidores para apresentar o Projeto e firmar parcerias, com objetivo de autorizar a utilização do espaço, definir responsabilidades, organizar a logística e divulgação do evento.

A estrutura conta com palco, equipamentos de som e iluminação, camarim e 150 cadeiras para acomodar confortavelmente a plateia.